Home Dicas Financeiras Perigos de pagar apenas a parcela mínima do cartão

Perigos de pagar apenas a parcela mínima do cartão

365
0
juros no cartao

Ao realizar nossas compras com os cartões de crédito, temos a opção de realizar o pagamento do valor integral da compra, do valor parcelado ou efetuar o pagamento mínimo da fatura. A última opção, por vezes, é utilizada por parecer benéfica, mas envolve diversos perigos, pois embora em alguns casos o pagamento mínimo possa ser utilizado para evitar atrasos no pagamento de contas, ele pode vir a se tornar um hábito capaz de comprometer seriamente a sua finança.

Pronto para conhecer melhor essa opção? Então confira este artigo que preparamos especialmente para você.

O que é pagamento mínimo?

O pagamento mínimo do cartão de crédito é uma opção que visa facilitar uma contribuição durante situações de emergência; isto é, naqueles momentos em que não é possível efetuar o pagamento do mês por falta de liquidez.

O pagamento mínimo não é a solução perfeita, porque cobre apenas uma fração do capital (1 / 36), juros, despesas e comissões; reduzindo assim a dívida em uma proporção muito baixa.

Desta forma, se optar por esta alternativa, é preciso se manter sempre atualizado sobre o extrato da sua conta, clique aqui para aprender a consultar a fatura online do seu cartão, e se planeje para que essa opção não se torne um habito.

O que isso significa?

Que ao efetuar o pagamento mínimo, esse pequeno valor que está sendo pago amortiza apenas uma parte minúscula do crédito utilizado. Ou seja, a maior porcentagem desse dinheiro cobrirá juros, comissões, seguros, entre outros encargos gerados no período faturado, que variam de acordo com o banco.

Acúmulo de dívidas

Há mais razões pelas quais pagar repetidamente o montante mínimo da dívida é perigoso. Caso o titular do cartão  prorrogue de maneira excessiva o prazo ou o tempo em que deve pagar suas contas, acabará por acumular ainda mais pendências financeiras, podendo até mesmo dobra ou triplicar suas dívidas, algumas vezes fazendo necessário anos para que o referido saldo possa ser quitado,

Desta forma, evite exercer a opção de pagamento mínimo, pois o uso contínuo e habitual pode atrapalhar a sua vida financeira e acarretar em dívidas ainda maiores.

Efeito snowball

O uso da opção de pagamento mínimo pode prejudicar o seu crédito diante de novas aquisições.

Esse efeito leva o indivíduo a limitar sua capacidade de estar sujeito ao crédito: se ficar endividado por tanto tempo ou parcelando sempre o mínimo, você não poderá acessar novos créditos, e se o fizer, será por quantias muito menores.

Taxas de juros: os vilões do crédito

As taxas de juros desses tipos de financiamento são bastante perigosas. Por esta razão, a melhor opção é pagar a prestação mensal total ou liquidar a dívida total o mais rápido possível, para evitar entrar em um círculo de dívidas.

Pois, o valor mínimo pago é apenas uma pequena parte da dívida que virá cobrando juros em sua próxima fatura.

Consumo consciente é fundamental

Apesar de tudo, os cartões de crédito são grandes aliados na conquista de muitos sonhos de consumo e, se houver um equilíbrio entre o que você ganha e o que pretende gastar, não há motivo para temer. Assim, o que torna a relação entre crédito e consumo saudável é conhecimento e boa organização.

 

Você já fez uso do pagamento mínimo? Como foi a sua experiência? Aproveite o espaço abaixo e deixe seu comentário.

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here